XVI CONGRESSO DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO DO CEARÁ

Histórias de Corpo - Religião - Educação

 

De 22 a 24 de Setembro de 2017 – Icó (Ceará)

O XVI Congresso de História da Educação do Ceará tem por objetivo principal apresentar a produção acadêmica de pesquisadores experientes e em formação, com diferentes recortes e perspectivas, que incidam sobre a temática geral proposta: Histórias de Corpo, Religião e Educação.

O Projeto de História da Educação no Ceará foi concebido entre 1996 e 2001, no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira da UFC, em função da falta de historiografia sobre a história da educação local. Tem contado com a participação e estreita colaboração de um amplo grupo de professores e alunos - Maria Juraci Maia Cavalcante, José Edvar Costa Araujo, Zuleide de Queiroz, António de Pádua Lopes Carvalho, César Castro, Almir Leal, Gisafran Jucá, Silvana Pinho, Julio Filizola Neto, Maria das Graças de Loyola Madeira, Joan Edesson de Oliveira, Josier Ferreira da Silva, Milton Ramon Pires de Oliveira, Mirelle Araujo da Silva, Francisco Francelino Pereira, Valéria Mello, Zilsa Maria Pinto Santiago, Ivna de Holanda Pereira, Núbia Ferreira Almeida, Pedro Ferreira Barros, Edgard Patrício de Almeida Filho, e de vários outros colaboradores.

Abrigou a formação de mais de três dezenas de mestres e doutores que, por sua vez, constituíram nessa área outros grupos de pesquisa na UVA, URCA, UFPI, UECE e UFAL e UFV. Foi uma conjunção de interesses que tornou possível a edição de um Encontro anual de pesquisa, desde 2002, quando realizamos o I encontro Cearense de Historiadores da Educação, no Campus do Benfica/UFC, em Fortaleza, ao qual se seguiram vários outros, conforme registramos fartamente em nossas publicações junto à Editora da UFC.

O evento que criamos em 2002 mudou de nome e foco de investigação, em 2011, para comemorar dez anos de percurso e demarcar uma nova fase, ampliar as suas pesquisas, aprofundar estudos e possibilidades metodológicas de investigação, assim como suscitar outras articulações institucionais, no âmbito da História da Educação Comparada. Foi realizado em 2011, no Memorial Padre Cícero, em Juazeiro do Norte; em 2012, no Mosteiro dos Jesuítas, Baturité, Ceará; em 2013, no Colégio Agrícola de Lavras da Mangabeira, Ceará; em 2014, em Viçosa do Ceará; em 2015, na URCA, Crato-CE; em 2016, na Casa José de Alencar - UFC, em Fortaleza.

Em 2013, discutimos com maior ênfase a difusão e circulação de ideias científico-pedagógicas entre a cidade e o campo para entender a institucionalização da escola, bem como o sentido histórico de missões, expedições, instituições e intercâmbios na construção da educação, entendida como fenômeno mundial, nacional e local.

No Congresso de Viçosa do Ceará, em 2014, demos continuidade à exploração deste foco de estudos, com ênfase na história dos Jesuítas na Serra da Ibiapaba, acrescido de outras aproximações com o campo da filosofia, psicologia, medicina, paleontologia, arqueologia, educação patrimonial e turismo cultural.

É nosso intuito contribuir para aglutinar as iniciativas de pesquisa na área de História da Educação e Educação Comparada das diversas universidades públicas cearenses; vitalizar uma rede norte-nordeste de ação institucional; estabelecer parcerias internacionais e publicar os nossos resultados de pesquisa, que serão revertidos positivamente no processo de ensino, formação de pesquisadores e professores; bem como para o conhecimento do passado e da dimensão local, em conexão com a instância nacional e internacional, para um melhor entendimento dos desafios do presente e do futuro que são colocados para a área de educação.

 Em sua décima quarta edição, este evento foi realizado, novamente, no Cariri cearense, desta feita, na cidade do Crato, no ano de 2015, tomando por temática uma problemática que marca e inquieta a região do Cariri, onde as mulheres têm sido alvo de violência, tanto no passado, quanto no presente. Entender o lugar social da mulher na sociedade e na educação poderá contribuir positivamente para a discussão e estudo desta problemática, envolvendo investigadores de várias universidades nordestinas e brasileiras, bem como estabelecendo ponte com o movimento latino americano de mulheres.

Em 2016, o XV CHEC foi realizado na Casa José de Alencar – Alagadiço Novo, Campus da UFC, em Fortaleza, com o objetivo maior de contribuir para a discussão necessária sobre a relação entre Histórias das Ciências e Ideias Pedagógicas, com o fito de fazer uma aproximação, em tempos de interdisciplinaridade crescente, entre ciências humanas e ciências da natureza, sabendo que aumenta, dia a dia, a preocupação política e social no mundo contemporâneo com o meio ambiente, a ética na ciência e a justiça social.

No evento de 2017, o XVI CHEC tem o intuito de abrir espaço para a discussão sobre as questões em torno da temática, Histórias do Corpo, Religião e Educação, no sentido de refletir sobre sua repercussão nas esferas do poder disciplinar do Estado e da Igreja, no âmbito da família, nos espaços escolares e educacionais mais amplos. 

O evento receberá apoio para a sua realização de várias outras instituições, como se segue: UFC, SBHE, CNPQ, CAPES, FUNCAP, FCPC-UFC, Edições UFC, Prefeitura do Icó-CE, Secretaria de Educação do Estado do Ceará (SEDUC), SEDUC-Icó, Secretaria de Cultura do Icó-CE; do Centro Universitário Doutor Leão Sampaio (UNILEÃO), Faculdade Vale do Salgado (FVS), Institutto Siel e Escola Estadual de Educação Profissional Deputado Walfrido Monteiro.